Jovem morre após invadir prefeitura para matar o prefeito - Portal Tem de Tudo Tocantins

Publicidade

Post Top Ad

Jovem morre após invadir prefeitura para matar o prefeito

Share This
Neste último fim de semana em Vila Velha, no Espirito Santo (12 km de Vitória) um jovem de 28 anos foi morto com um tiro na cabeça ao invadir a sede da Prefeitura dizendo que queria matar o prefeito Rodney Miranda. De acordo com informações o jovem identificado como Diego Biasutti entrou desnorteado na prefeitura, cuspiu no rosto do vigilante que fica na entrada do prédio, passou pela catraca e subiu uma rampa até o último andar onde fica o gabinete do prefeito. Chegando lá ele entrou em luta corporal com um segurança e foi morto com um tiro. O corpo ficou caído a 15 metros do gabinete do prefeito. Testemunhas disseram que ele entrou no prédio gritando que queria matar Rodney Miranda. Um policial civil confirmou que ele foi para o local dizendo que ia “matar o chefe”. Familiares de Diego estiveram em frente à prefeitura e se desesperaram ao saber que o rapaz tinha morrido. “Ele estava muito transtornado, muito nervoso”, afirmou a irmã, Taís Biasutti. Um dos irmãos de Diego disse que ele saiu de casa, no bairro Residencial Coqueiral bem cedo e foi visto pelas ruas de sunga, com uma bíblia nas mãos e muito nervoso. Parentes o procuraram, mas não conseguiram localizá-lo. Momentos depois, ele passou na casa da mãe, vestiu roupa e saiu novamente. "Ele [Diego] entrou com agressividade. Chegou falando que queria acertar as contas comigo. O vigilante tentou impedi-lo de entrar, mas ele veio até a porta do gabinete. Eles entraram em luta corporal e o jovem tentou tomar a arma do segurança, que atirou para cima na primeira vez, mas o segundo tiro acabou sendo fatal. Para mim, está fatalmente caracterizado como legítima defesa", disse  o prefeito Rodney Miranda. Dois dias antes de morrer, Diego compartilhou  em suas redes sociais uma publicação sobre o que pensava sobre os políticos. No ‘post’, ele disse que ‘se é pra mudar o mundo tamo junto!’ A mensagem também fala sobre ‘nojo da classe política’. O secretário de estado de Segurança Pública, André Garcia, disse que um inquérito policial foi instaurado para o caso. "O inquérito vai dizer se houve surto psicótico, se houve uso de drogas." Garcia afirmou que Diego tinha duas passagens na polícia por tráfico de drogas.
Fonte: Plantão Policial

Post Bottom Ad