Adolescente foi morta pelo ex-companheiro de 50 anos que não aceitava o fim do relacionamento

18:53






No início da tarde desta última quarta-feira (11) uma adolescente de 17 anos foi assassinada a tiros dentro de uma residência localizada na Rua G do Conjunto Santa Terezinha na cidade de Aquidabã (100 km de Aracaju). Segundo informações, o acusado identificado como Reginaldo Cardoso da Silva de 50 anos, conhecido popularmente como “Naldinho” era o ex-companheiro da vítima e confessou o crime. Segundo relatos de familiares, a estudante Bruna Micaely Alves da Costa conviveu com Reginaldo por cerca de 02 anos e o casal teria rompido o relacionamento há apenas 20 dias onde a garota voltou a morar com a mãe. Reginaldo inconformado com a separação tentou reatar várias vezes o relacionamento, mas sem sucesso começou a ameaçar a menina. O delegado Fábio Santana contou que Reginaldo teria ido à casa da ex-sogra e teve a permissão para entrar na residência após dizer que iria deixar dinheiro com a Bruna. A vítima estava no quarto quando os dois começaram a discutir momento em que o acusado sacou um revólver calibre 38 e efetuou um único disparo que atingiu o rosto de Bruna. A adolescente não resistiu aos ferimentos e morreu no local do crime. “Após o crime Reginaldo entrou no veículo Audi A3 e fugiu, mas na altura do povoado Jurema ele teria batido o veículo e destruído dois pneus além de alegar que perdeu o celular e a arma do crime”, explicou Fábio Santana. Durante a noite, a Polícia Militar localizou e prendeu Reginaldo no povoado Arranhento na zona rural do município. Ele disse à polícia que matou a ex-companheira porque tinha ciúmes da menina pois teria encontrado fotos e conversas dela com outros homens em um telefone celular.

Fonte: Plantão Policial

Share this

Related Posts

Previous
Next Post »