Agência bancária é assaltada pela 2ª vez e clientes são feitos reféns no Pará - Portal Tem de Tudo Tocantins

Publicidade

Post Top Ad

Agência bancária é assaltada pela 2ª vez e clientes são feitos reféns no Pará

Share This
Uma agência do Banco da Amazônia (Basa) foi assaltada na manhã desta quinta-feira (12), no município de Placas, oeste do Pará. De acordo com a Polícia Militar, pelo menos oito homens armados invadiram o prédio. No momento da ação, tiros foram disparados contra os vidros da frente da agência, e clientes e funcionários do banco foram feitos reféns. Há informações de que uma pessoa ficou ferida na ação criminosa. (Veja o vídeo acima).
Esta é a segunda vez que a agência é alvo de assaltantes em oito meses. O primiero ocorreu em julho de 2014, quando até policiais foram feitos reféns.
Fortemente armados, assaltantes fizeram reféns (Foto: Edson Azevedo)Fortemente armados, assaltantes fizeram reféns
(Foto: Edson Azevedo)
Segundo o tenente coronel Rui Guilherme Lacerda Matos, da PM, os policiais chegaram a bloquear a saída dos suspeitos, mas eles conseguiram fugir em direção à cidade de Uruará. “Fizeram o assalto e tentaram a fuga primeiramente para a cidade de Rurópolis, nós fizemos um efetivo de reforço do Grupo Tático de Santarém e mais uma guarnição de Rurópolis. Fechamos as duas saídas da cidade. Houve um confronto com o Grupo Tático e retornaram e soltaram mais umas granadas na cidade para deixar as pessoas pavorosas. E agora pegaram um ramal que vai em direção a cidade de Uruará”. (Veja o vídeo da fuga)O vídeo enviado pela funcionária pública, Jeane da Luz, que mora na cidade há 13 anos, mostram como a agência ficou após ação dos bandidos. “Eu estava em casa, moro perto, ouvi barulho de tábuas sendo arrancadas. Quando vi, assaltaram de novo, quebraram tudo de novo. Soubemos aqui que várias pessoas foram feitas reféns e até feridas. Conseguiram fugir, mas um pneu foi furado”, relatou.
A Superintendência de Polícia Civil do Baixo Amazonas informou que policiais civis e militares foram enviados ao município para dar apoio na procura dos assaltantes. Ainda não há informações sobre a quantia que foi levada pela quadrilha.
Fonte: G1

Post Bottom Ad