Iniciada obra da escola municipal de tempo integral na Vila Azul - Portal Tem de Tudo Tocantins

Publicidade

Post Top Ad

Iniciada obra da escola municipal de tempo integral na Vila Azul

Share This

O prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, assinou na manhã desta sexta-feira, 14, a ordem de serviço para o início das obras de construção da escola municipal de tempo integral do Setor Vila Azul. Durante o lançamento, estiveram presentes secretários municipais, o presidente da Câmara de Vereadores, Marcus Marcelo, vereadores, o presidente da Associação de Moradores da Vila Azul, Valdeniso de Sousa, e a comunidade da região.

Dimas explicou o motivo de escolher a região do setor para construir uma escola de tempo integral e também sobre os projetos de mais outras três. “A partir de um programa de ação do município, não é um planejamento só para esta gestão que a gente está fazendo, estamos fazendo um planejamento de médio e longo prazo para a educação. Para essa gestão, serão quatro escolas de tempo integral; a gente vai entregar duas, e as outras duas em construção”, informou.

Ainda segundo o prefeito, a expectativa é de que para os próximos 10 anos todas as escolas do Município estejam atendendo em tempo integral. “A gente tem que investir muito na educação das nossas crianças e garantir a elas o conhecimento pleno que vai melhorar de maneira significativa a vida do cidadão araguainense”, destacou.

Creche
O prefeito aproveitou o momento para informar a comunidade do setor sobre a creche. “A creche está praticamente pronta. Nós estamos adquirindo todos os móveis, para podermos entregar para a comunidade e estará em funcionamento no início do ano que vem”, afirmou Dimas.

Comunidade
O presidente da Associação de Moradores do Setor Vila Azul, Valdeniso de Sousa, destacou a importância de uma escola integral para o bairro e também para a comunidade da região. “Essa obra é bem-vinda para o setor, aqui é carente e precisava de uma escola. Vai ajudar muito as crianças, algumas estudam no Setor Noroeste, e tem que atravessar a cidade”, comentou.

A dona de casa Maria Antônia Vieira, moradora do bairro, também parabenizou a obra. Ela tem dois filhos, um de sete e outra de 13 anos. “É muito longe onde eles estudam, pelo menos o pequeno vai ter a oportunidade de estudar perto de casa”, disse contente Maria Antônia.

Outra moradora do setor, Juliana Barros, tem dois filhos, um de nove e outra de um ano, e está ansiosa pela escola. “Vai ajudar bastante as mães que tem filhos que estudam em outros setores. É uma dificuldade da gente levar eles para as escolas, porque tem que sair cedo de casa e é longe. Com uma escola perto de casa, vai melhorar bastante”, comentou.

Investimento
O valor total do investimento será de R$ 14.250.015,49, tendo recursos do Governo Federal e Municipal. A contrapartida do Município é no valor de R$ 2.027.902,16.  O prazo de execução da obra é de 420 dias, a partir do início da obra. A obra teve apoio na liberação dos recursos dos deputados federais César Hallum e Dorinha Seabra, além da então senadora Kátia Abreu, atual ministra.

Estrutura
A escola terá 19 salas de aula, dois laboratórios de informática, duas salas de música, dois laboratórios de línguas, uma sala de multiuso, um laboratório físico/químico, um laboratório biológico. Além disso, também terá salas de preparo químico, para coordenação, para descanso para professores e a sala específica para esses profissionais e secretaria.

A unidade ainda terá sala de arquivo; biblioteca; auditório; salas de dança, de artes marciais, de primeiro socorros, para coral e consultório odontológico. Para a iniciação esportiva, a escola também terá uma piscina semiolímpica com arquibancada; ginásio com duas quadras poliesportivas, arquibancada e palco; um campo de futebol society.

Grade curricular
Serão oferecidas 1.500 vagas do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. Além das aulas curriculares normais, no contra turno serão realizadas atividades esportivas (atletismo, natação, futebol society, futsal, vôlei, handebol, basquete, jogos de tabuleiro e xadrez), culturais (teatro, música, dança e coral), língua estrangeira, informática, artes marciais e experiências em laboratórios de física, química e biológica; além de aulas em laboratórios de filosofia e de reforço. A escola contará com aproximadamente 90 servidores, incluindo docentes, administrativo, pessoal de apoio, psicólogo, fonoaudiólogo e auxiliar de enfermagem.

Melhorias na Educação
Nesses dois anos e seis meses de gestão, foram ampliadas 14 unidades de ensino, nove foram reformadas, duas reconstruídas, três construídas e entregues a população, 11 unidades já foram licitadas e com obras iniciadas. Além desses investimentos, estão sendo executadas duas coberturas de quadras e a construção de três ginásios dentro das unidades de ensino. 

Até dezembro, todas as salas de aulas estarão climatizadas. Ainda dentre as ações realizadas e que continuam a serem feitas, pode-se destacar os recursos financeiros do orçamento municipal, são investidos 40%. Sendo que o valor obrigatório é de 25%.

Em março, Araguaína recebeu o Prêmio "Excelência em Educação”, concedido pelo Instituto Ayrton Senna. Evasão zero e redução da distorção idade-série foram alguns dos indicadores que colocaram a cidade entre os 11 municípios brasileiros homenageados.

Em abril, Araguaína também foi um dos 100 municípios escolhidos para receber o Prêmio Gestor Nota 10 e Certificado de Qualidade Total Brasil/Suíça, concedido pela União Brasileira de Divulgação (UBD). O Município teve destaque nas pesquisas de utilidades públicas realizada pela UBD na Esfera Educação e Infraestrutura. A pesquisa foi realizada em 4.290 municípios brasileiros.

Post Bottom Ad