Polícia Civil autua suspeito de praticar vários crimes no interior do Estado - Portal Tem de Tudo Tocantins

Publicidade

Post Top Ad

Polícia Civil autua suspeito de praticar vários crimes no interior do Estado

Share This


Uma ação da 6ª Delegacia Regional de Polícia Civil, de Paraíso (DRPC), realizada na manhã desta quarta-feira, 12, resultou na desarticulação de um ponto de venda de drogas, naquele município, e na prisão em flagrante de Fernando Júnior dos Santos, de 22 anos, suspeito dos crimes de tráfico de drogas, furto, posse ilegal de munição e associação para o tráfico de drogas. De acordo com o delegado José Antônio da Silva, responsável pelo caso, na noite da última terça, 11, a Polícia Militar deslocou-se até a Vila Regina, onde efetuou a detenção de Fernando, por furto de vários metros de cabos elétricos. Ele foi conduzido até a Central de Flagrantes da Polícia Civil, onde foi ouvido pelo Delegado Regional, que desconfiou da versão apresentada pelo suspeito e, também pelo fato de que o mesmo portava  mais de R$  2 mil em dinheiro. Com base nessa suspeita inicial, o delegado, juntamente com a equipe de investigadores da 6ª Delegacia Regional de Polícia Civil decidiu ir até a residência, a fim de realizar uma minuciosa busca no local. No interior do imóvel, os policiais civis encontraram quatro porções de Crack, 10 munições de calibres 38, 32, e 22 e mais de R$ 1 mil, que estavam em poder do irmão de Fernando. Conforme o delegado José Antônio, a Polícia Civil já estava, há algum tempo, investigando os freqüentes furtos de cabos elétricos, os quais estavam acontecendo em um condomínio residencial do programa “Minha casa minha vida”, do governo federal, o qual fica localizado no Setor Nova Fronteira. “Os policiais civis da 6ª Regional de Paraíso, estavam no encalço de Fernando, devido a fortes indícios, que apontavam para o seu envolvimento com o furto de cabos elétricos e também, pelo fato de que ele poderia estar utilizando sua própria residência como ponto de distribuição e venda de drogas e, nesta manhã conseguimos comprovar nossas suspeitas”, ressaltou. Fernando foi recolhido à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Paraíso, onde ficará a disposição do Poder Judiciário.  
   


Post Bottom Ad