Video mostra empresário sendo baleado ao chegar ao trabalho

20:46

Um empresário foi morto nesta segunda-feira (26) após ser baleado quando chegava em sua empresa para trabalhar, no Bairro Ipiranga, em Goiânia. Rildo José Brasão, de 41 anos, chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.Imagens de uma câmera de segurança mostram o momento em que o suspeito passa pelo local em um carro, efetua os disparos e foge. (veja vídeo )O crime ocorreu pouco depois das 7h, quando Rildo chega ao local e estaciona seu Toyota Corolla branco na calçada da empresa de esquadrias de alumínio.
Em seguida, um VW Fox branco aparece no vídeo e o condutor atira contra o empresário.
Ferido, Rildo abre a porta do carro e cai no chão. Ele também estava armado e atirou contra o veículo, mas o atirador consegue fugir.
O empresário senta no chão e se apoia na porta de trás, mas logo se deita segurando a arma. Ele foi socorrido e conduzido ao Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A Polícia Civil investiga o caso.
Rildo José Brasão Empresário é morto após ser baleado quando chegava ao trabalho em Goiás (Foto: Arquivo pessoal/Gabriela Brasão)
Família chocada
A filha de Rildo, a recepcionista Gabriela Pires Brasão, de 20 anos, lamentou a morte do pai.
"A família toda está chocada ao ver nos vídeos como meu pai morreu. Ele era uma pessoa trabalhadora, que lutou muito para chegar onde estava", disse ao G1.
Ela estava no trabalho quando soube que o pai havia sido baleado. Uma cunhada de Rildo, que afirmou que trabalha perto da empresa da vítima, disse que ouviu os disparos e o levou para o hospital.
Gabriela diz que o pai já havia sido assaltado várias vezes e que por isso resolveu comprar uma arma. Mas ela não soube dizer há quanto tempo o pai tinha a arma.
"Depois de sofrer os roubos, ele resolveu se armar e sempre reagiu aos assaltos. Por isso, acho que a morte dele pode ter sido motivada por vingança de algum bandido", afirma.
Casado, o empresário deixa além da esposa e da filha, outro filho, de 15 anos, e uma neta, de 5, que morava com ele. Os horários e locais do velório e sepultamento ainda não foram definidos pela família.
Informações: G1

Share this

Related Posts

Previous
Next Post »