Homem mata ex-mulher, atira no ex-sogro e suicida

23:41

Fotos: Gilvan Melo/ Rádio Pioneira

O crime passional foi registrado na manhã desta sexta-feira (18), por volta das 9h, na Rua 07, ao lado do antigo SINE de Tangará da Serra.As informações da Polícia Judiciária Civil são de que a manicure Luzia Zuleide Steinbach Rodrigues de 46 anos, que estava morando em Santa Catarina, na região Sul do país, voltou para Mato Grosso porque o ex-marido, o pedreiro Adão Rodrigues de 49 anos, disse que precisava da presença e assinatura dela para fazer um procedimento em um cartório local.Eles marcaram de se encontrar na frente de um cartório na região central de Tangará da Serra. No momento em que Luzia Zuleide explicava ao ex-marido sobre as cláusulas do contrato, ela percebeu que ele estava armado e tentou fugir. Adão disparou vários tiros que atingiram a cabeça da ex-mulher.O idoso João Steinbach, 68 anos, tentou ajudar a filha e acabou também alvejado com dois tiros, um no braço e outro no tórax. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros Militar e, segundo informações, passa bem.Adão Rodrigues em seguida, efetuou um disparo em sua própria cabeça, caindo morto sobre o corpo da ex-mulher.A Polícia Militar foi acionada para conter a movimentação no local até que a POLITEC chegasse. “Tudo indica que o indivíduo, não conformado com a separação, cometeu um homicídio seguido de suicídio. Pelas informações que nos passaram, eles vieram resolver a situação no Cartório que já estava pré-combinada. Ele chegou armado. A mulher percebeu e tentou correr, então ele começou a disparar nela. O pai dela foi atingido também, foi socorrido e está hospitalizado. Em seguida, o suspeito disparou contra si mesmo. Agora a Polícia Judiciária Civil vai seguir com as investigações sobre esse caso”, informou o Cabo Francioli.O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) também foi acionado para atestar o óbito de Luzia Zuleide Steinbach e Adão Rodrigues. “A terceira vítima, um senhor de idade, teve um ferimento por arma de fogo também, mas estava consciente e estável. A princípio não corre risco de vida. Nós fomos acionados para atestar o óbito de duas vítimas que foram atingidas com tiros na cabeça”, ressaltou Dr. Carlos Leonardo.De acordo com a Polícia Judiciária Civil, Luzia e Adão foram casados por cerca de 30 anos. No mês passado, quando já estavam separados, ela registrou um Boletim de Ocorrência relatando que o ex não aceitava a separação e que disse que iria se matar caso eles não se reconciliassem.A advogada da vítima, Dra. Vanessa Guirro, contou em entrevista à Rádio Pioneira como tudo aconteceu: “Ela foi até o meu escritório para eu a acompanhar para assinar um contrato. A casa estava no nome dela e iria assinar o contrato porque já havia vendido. Os dois marcaram, então, um horário para efetuar essa assinatura. Ele não estava agressivo.Ela começou a explicar o que estava escrito no contrato, eu estava próximo conversando com o pai dela. O Adão pegou a arma e começou a atirar nela. Eu corri e não vi mais nada. Não ouvi se houve discussão porque estava conversando com o pai e foi tudo muito rápido. Depois de ter atirado nela, ele começou a disparar para outros lados. Eu a conhecia há muito tempo e fiquei muito nervosa com tudo. Existe relatos anteriores de que ele fazia ameaças, mas não esperava que chegaria nesse ponto”, disse.A Delegada Dra. Liliane Diogo, que responde pela Delegacia da Mulher esteve no local. Ela classificou o crime como passional e abrirá inquérito para investigação.
Informações: Rádio Pioneira

Share this

Related Posts

Previous
Next Post »