Subtenente da Polícia Militar é assassinada com um tiro na cabeça após suposto assalto - Portal Tem de Tudo Tocantins

Publicidade

Post Top Ad

Subtenente da Polícia Militar é assassinada com um tiro na cabeça após suposto assalto

Share This



Na manhã desta segunda-feira (14) uma subtenente da Polícia Militar de 44 anos foi assassinada com um tiro na cabeça na avenida Plácido de Castro, esquina com a Agripina de Matos no bairro Caranazal em Santarém (1.318 km de Belém). De acordo com as primeiras informações da PM, a suspeita é de que a militar identificada como Silvia Margarida Campos de Souza tenha sido vítima de latrocínio que é roubo seguido de morte, já que sua arma de fogo foi levada após o crime, porém outras possibilidades estão sendo investigadas pela polícia. Segundo informações preliminares, Silvia havia acabado de encerrar o expediente, ainda estava fardada e caminhava pela calçada em direção à casa da mãe que mora nas proximidades do bairro Caranazal quando foi abordada por um homem em uma motocicleta. Ainda segundo informações, a vítima teria sacado a arma ao ver a aproximação do criminoso, mas o indivíduo conseguiu tomar a arma da mão dela e com a própria arma da policial atirou nela. Silvia chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local do crime. Policiais militares reforçaram o policiamento na cidade, montaram barreiras e realizam diligências à procura do acusado. Uma câmera de segurança de uma residência próxima ao local não registrou o momento exato do crime, mas mostra o criminoso trafegando em uma motocicleta em direção à vítima. As imagens irão auxiliar a equipe que investiga o caso na tentativa de identificar o autor do crime. De acordo com familiares, Silvia tinha mais de 20 anos de carreira militar e trabalhava atualmente no serviço administrativo do 3º BPM. Os três irmãos e o marido dela também são militares.

Fonte: Plantão Policial

Post Bottom Ad