Homem enforca ex-mulher até a morte por ciúmes e em seguida tira a própria vida

11:20



Na madrugada desta última sexta-feira (11) um homem de 35 anos matou a ex-mulher após encontrar conversas dela com outro homem e em seguida tirou a própria vida em uma residência localizada na avenida Aspirante Mega no bairro Jardim Patrícia na cidade de Uberlândia (544 km de Belo Horizonte). De acordo com a Polícia Militar, após se separar Francisco Simão Lucas teve dificuldade em aceitar o fim do relacionamento e enfrentava um quadro grave de depressão onde já havia feito ameaças contra sua ex-mulher. Sua
Marido publicou no Facebook, uma conversa da mulher com
outro e disse que esse foi o motivo do crime
revolta aumentou quando descobriu que Elba Medeiros Silva de 29 anos tinha uma conversa com sua amiga falando que iria trair Francisco com um rapaz no dia do aniversário dela quando eles estavam juntos. Diante da descoberta Francisco invadiu a casa da ex-companheira e a enforcou até a morte. Antes do suicídio Francisco tirou o print da conversa no Whatsapp e postou no Facebook confessando o motivo de ter cometido o crime. Na rede social ele colocou as conversas dela com outro homem e ainda colocou fotos desse rapaz, que seria o novo namorado de Elba. Em um dos prints das conversas, a mulher escreveu “Meu marido descobriu tudo. Você não vai falar nada. Ele vai publicar tudo no Facebook. Ele tá muito bravo comigo e com você. Ele disse que vai pegar nós dois”. Uma conversa com uma amiga também foi postada onde Elba afirma que iria trair Francisco Lucas no dia do aniversário
CONVERSA DE ELBA COM UMA AMIGA CONTANDO
QUE IRIA TRAIR FRANCISCO LUCAS COM UM RAPAZ
dela. Em seguida o homem ainda ligou para um amigo dizendo que tinha matado Elba e que cometeria suicídio. Ao desligar o amigo imediatamente acionou a Polícia Militar que ao chegar na residência de Elba encontrou a mulher morta em cima de um colchão que estava no chão e ao seu lado Francisco sentado com um fio de TV a cabo enrolado no pescoço também sem vida. Os corpos foram recolhidos e encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) da cidade. O caso foi registrado pelo Grupo de Prevenção de Homicídios (GPH) que informou que o indivíduo não tinha antecedentes criminais e que mesmo com ameaças Elba não tinha solicitado nenhuma medida protetiva contra o ex-marido.






Share this

Related Posts

Previous
Next Post »