Polícia Civil prende, em Goiás, suspeito de tentar assassinar três pessoas no sudeste do Tocantins - Portal Tem de Tudo Tocantins

Publicidade

Post Top Ad

Polícia Civil prende, em Goiás, suspeito de tentar assassinar três pessoas no sudeste do Tocantins

Share This


 Suspeito de tentar assassinar três pessoas ,
 no Sudeste do Estado é preso pela Polícia Civil
Policiais Civis de Taguatinga, coordenados pelo delegado Wanderson Queiroz Chaves prenderam, na manhã desta sexta-feira, 4, em Campos Belos (GO), Evangelista Rodrigues da Silva, de 52 anos suspeito de tentar matar sua ex-companheira e mais dois homens em 11 de fevereiro deste ano, na cidade de Taguatinga. Ele foi preso mediante o cumprimento de um mandado de prisão preventiva, quando se encontrava em um bar, no município goiano. 

Conforme o delegado, no dia do crime, Evangelista Rodrigues invadiu a casa de sua ex-companheira e, armado com uma faca, atacou a mulher e mais dois homens que se encontravam no local, sendo que um deles acabou sendo ferido gravemente e teve que ser transferido para o Hospital Geral de Palmas (HGP), onde passou por cirurgia. Segundo apontaram as investigações da Polícia Civil, Evangelista teria cometido o crime motivado por ciúmes, e por não aceitar o fim do relacionamento com sua ex-mulher. Ainda de acordo com o delegado, após cometer os crimes, o suspeito fugiu para a cidade de Campos Belos, onde residia atualmente.

Com base nas investigações, os policiais civis de Taguatinga conseguiram descobrir o paradeiro do suspeito e, dessa maneira, o delegado, representou pela prisão preventiva do mesmo, a qual foi imediatamente deferida pelo juízo da Comarca de Taguatinga. Com a ordem judicial em mãos, os agentes deslocaram-se até o município goiano e efetuaram a prisão do homem, que após os procedimentos cabíveis, foi encaminhado à Casa de Prisão (CPP) de Campos Belos, onde permanecerá à disposição do poder judiciário.

O delegado informou que já solicitou ao poder judiciário, o recambiamento de Evangelista Rodrigues para Taguatinga, a fim de que as investigações possam ser concluídas, bem como solicitou ao juízo daquela comarca, medidas protetivas para garantir a integridade física da ex-companheira do suspeito.

Post Bottom Ad