Polícia Civil deflagra operação Palmas Segura na Capital - Portal Tem de Tudo Tocantins

Publicidade

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Polícia Civil deflagra operação Palmas Segura na Capital

Share This



A Polícia Civil, por intermédio da Diretoria de Polícia da Capital e em conjunto com a Polícia Militar e Guarda Metropolitana, deflagrou, durante toda a noite da última sexta-feira, 8, e parte da madrugada do sábado, 9, a operação Palmas Segura, que teve como objetivo promover maior segurança e combater à criminalidade em vários setores da Capital.  
A operação conjunta teve início às 19hs com uma reunião em frente à 1ª Delegacia de Polícia da Capital, onde o diretor de Polícia da Capital, delegado Raimundo Cláudio Batista de Paula, detalhou aos agentes, escrivães e demais delegados responsáveis os procedimentos a serem adotados visando garantir o sucesso da ação.

Ao todo, 40 policiais civis e 120 policiais militares foram divididos em equipes e se deslocaram aos setores previamente estudados e determinados pelo comando da Polícia Civil que, de acordo com o diretor de Polícia da Capital, são considerados os pontos de maior incidência de atividades criminosas, em Palmas.
O objetivo principal da operação é a manutenção da paz social e a defesa dos interesses coletivos. Para isso, foram realizadas ações de abordagem veicular e pessoas em atitudes suspeitas, no sentido de proibir práticas criminosas em geral, principalmente o uso e tráfico de substâncias entorpecentes, apreensões de veículos de procedência ilícita, armas, além de capturar eventuais foragidos da justiça. 
 Após proceder busca pessoal em algumas pessoas que se encontravam em atitude suspeita, em um estabelecimento comercial, localizado na quadra 307 Norte, a equipe de policiais civis comandadas pelo delegado Guilherme Rocha encontrou um porção de crack, em poder de um jovem. Ele foi encaminhado à Central de Flagrantes do 3º DP para a elaboração de um TCO - Termo Circunstanciado, pelo uso de substância entorpecente.
Os policiais civis e militares realizaram incursões a estabelecimentos comerciais localizados às margens da TO-050, que supostamente funcionariam como casas de prostituição, bem como a dezenas de outros pontos, localizados na região central, norte e Sul da Capital.
Nas proximidades do Jardim Aureny I, as equipes de policiais civis, coordenadas pelos delegados Rossílio de Souza Correia e Evaldo Gomes de Oliveira apreenderam uma motocicleta furtada, sendo que o condutor do veículo foi autuado por receptação dolosa e encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP). Em seguida, os policiais também apreenderam porções de drogas em poder de dois jovens, os quais foram conduzidos à Central de Flagrantes, para as providências cabíveis.  
Dando prosseguimento às ações, a equipe do delegado Rossílio deslocou-se até o Distrito de Luzimguês, onde os policiais civis também efetuaram abordagens pessoas suspeitas , além de vistoriar diversos estabelecimentos comerciais, daquela localidade.
Em uma suposta casa de prostituição, localizada na quadra 712 Sul, a equipe do delegado Guilherme Rocha, após efetuar uma minuciosa revista no imóvel, localizou algumas porções de drogas, bem como munições de calibre 38. Várias pessoas foram revistadas, momento em que foi encontrada uma pequena quantidade de cocaína e maconha, escondida dentro de um guarda roupas.  
Segundo o delegado Raimundo Cláudio, a operação produziu resultados satisfatórios, já que para ele a simples presença da Polícia Civil em ações como essa transmite mais segurança à população. “A integração entre as polícias civil e militar é de suma importância para a realização de ações que têm por objetivo diminuir, coibir e se possível erradicar as práticas criminosas na capital”, disse.
“A ação foi extremamente benéfica à população Palmense. Foram efetuadas inúmeras abordagens e alguns indivíduos foram encaminhados à central de flagrantes por portarem pedras de crack, cocaína e maconha. Isso mostra que a Polícia Civil tocantinense tem trabalhado de forma efetiva no combate à criminalidade em Palmas”, concluiu o delegado.
O delegado também destacou a união das policiais civil e militar como ponto muito importante para o sucesso das ações da operação Palmas Segura. “O trabalho conjunto das duas policiais trouxe excelentes resultados à população, pois agimos de forma harmoniosa, articulada e integrada para alcançar os objetivos propostos”, frisou.
Ainda de acordo com o delegado, mais operações como esta serão realizadas. “É determinação do secretário de Segurança Pública e do chefe de polícia que prossigamos com essas operações no sentido de erradicar as práticas delituosas e, principalmente, o tráfico de drogas na Capital”, pontuou.
A operação contou com a participação de policiais civis de várias delegacias de Palmas, bem com dos delegados Jéter Ayres, Gladys Curi, Antônio Gonçalves Neto e foi encerrada, por volta das 3hs da madrugada. 
Informações: Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here