Lírio Parisotto está proibido de se aproximar de Luiza Brunet - Portal Tem de Tudo Tocantins

Publicidade

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Lírio Parisotto está proibido de se aproximar de Luiza Brunet

Share This

Lírio Parisotto está proibido de se aproximar de Luiza Brunet, informou o Ministério Público do Estado de São Paulo, de acordo com comunicado enviado pelo órgão na tarde desta sexta-feira, 1. O empresário também não poderá manter contato com a atriz por nenhum meio, após Luiza Brunet denunciá-lo por agressão. Como o MP já havia informado anteriormente, o caso é protegido por sigilo.
"A atriz e ex-modelo Luiza Brunet fez uma representação ao Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica (GEVID) do Ministério Público do Estado de São Paulo, relatando ter sido vítima de agressão doméstica. Em razão dessa representação, o Promotor de Justiça Carlos Bruno Gaya da Costa requisitou a realização de exames de corpo de delito e instaurou um procedimento investigatório criminal que está em fase inicial e é protegido por sigilo. A Justiça deferiu pedido do MP e na última terça-feira decretou medidas protetivas, pelas quais o investigado fica proibido de se aproximar da atriz e de manter contato com ela por qualquer meio. A data da representação é 23/06/2016", informou o comunicado.
A briga ocorreu no apartamento do empresário, em Nova York. A modelo, que atuamente faz a personagem Madá em Velho Chico, contou ao colunista Ancelmo Gois, de "O Globo", que ela estava nos Estados Unidos acompanhando o então namorado no prêmio "Homem do Ano". Parisotto teria começado a discutir com a atriz em um restaurante e, depois, as agressões seguiram no apartamento, onde o empresário teria  partido para cima de Luiza com um soco no rosto e chutes, chegando a quebrar quatro costelas dela."Ela está abalada, mas confiante na justiça"
Em conversa com o EGO, Pedro Egberto da Fonseca Neto, advogado de Luiza Brunet, afirmou que a atriz está "abalada, mas confiante na justiça". Ele informou ainda que Lírio será citado na Lei Maria da Penha e enviou uma nota citando a comunicação ao Ministério Público do Estado De São Paulo sobre a “situação de violência doméstica e crimes de lesões corporais graves”.
"Se o caso for para a justiça será lá que será esclarecida a verdade"
Através de sua rede social, Lírio também se manifestou e afirmou que respeita as mulheres e que o caso será esclarecido na Justiça. "Amigos, peço um pouco de paciência a respeito de algumas informações que estão circulando nas diversas mídias. Nunca na vida agredi homem, muito menos mulher que respeito muito, quem me conhece sabe. Isto não me tira o direito de me defender de tentativas de agressão através de tapas, chutes, mordidas, unhadas etc. Tento me defender através da imobilização. Se o caso for para a justiça será lá que será esclarecida a verdade. Muita paz as pessoas do Bem. Por fim este é um canal de comunicação com pessoas de que aceitei me seguirem. Agradeço a compreensão. É a vida segue".

Mais cedo, o empresário já havia enviado um comunicado oficial para a imprensa. "Neste momento, venho a público lamentar que versões distorcidas sobre um episódio ocorrido na intimidade estejam sendo divulgadas como única expressão da verdade. Embora compreenda a natural repercussão do caso pelas pessoas envolvidas, tenho a convicção de que no momento e nas esferas legais apropriadas todas as circunstâncias serão plenamente esclarecidas".
Informações: EGO

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here