Polícia Civil prende suspeito de integrar esquema criminoso de compras pela internet

11:52



Encontra-se recolhido na carceragem da Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), Edivaldo de Sousa Moreira, 30 anos. Ele é suspeito de integrar um esquema criminoso de compra e venda de produtos pela internet e foi preso por policiais civis da 5ª Delegacia de Polícia Civil de Palmas, quando se encontrava em sua residência no Setor Sol Nascente, região sul da Capital. 
Conforme o delegado Evaldo de Oliveira Gomes, responsável pelo caso, o suspeito foi identificado em continuidade às investigações, que haviam sido iniciadas há cerca de dez dias , quando os policiais civis da 5ª DPC, prenderam Daniel Henrique Dantas, o qual é suspeito de liderar um esquema ilícito de compra e venda de produtos pela internet. 
Ainda de acordo com o delegado, na época da prisão de Daniel, os investigadores localizaram o nome e o endereço de Edivaldo, em meio aos objetos apreendidos, e conseguiram obter indícios de que o mesmo agia em parceria com Daniel e recebia em sua residência, bem como em outros endereços, uma grande quantidade de produtos
adquiridos pelo primeiro indivíduo, o qual utilizava dados roubados de cartões de crédito de terceiros.    
Os policiais foram até o endereço de Edivaldo, que ao ser questionado sobre os fatos, acabou confessando envolvimento no esquema criminoso, todavia disse que fazia muitas entregas para Daniel e não desconfiava que o mesmo atuava como “Hacker”. Ele também afirmou que trabalhava em uma empresa de entregas de produtos comprados pela internet e fazia a entrega dos produtos na região sul da capital e que agia em conluio com Daniel, recebendo em sua residência, vários produtos de origem criminosa. 
Como o indivíduo afirmou que ainda mantinha alguns produtos na casa, os policiais adentraram no imóvel e localizaram e apreenderam; um forno micro ondas, um forno elétrico, uma impressora jato de tinta, um notebook, uma telefone celular, que o homem estava tentando vender pelo Whatsupp, além de um pulverizador de veneno, um depurador de ar e um purificador de água. 
Diante das evidências, Edivaldo foi preso em flagrante e encaminhado à 5ª DPC, onde foi autuado em flagrante pelo crime de receptação dolosa. Após as providências cabíveis, o suspeito foi recolhido a CPPP, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. Os produtos apreendidos também foram levados para à delegacia, onde serão periciados. 

Share this

Related Posts

Previous
Next Post »