Polícia Civil autua suspeito por porte ilegal de arma de fogo no interior do Estado - Portal Tem de Tudo Tocantins

Publicidade

Post Top Ad

Polícia Civil autua suspeito por porte ilegal de arma de fogo no interior do Estado

Share This

A Polícia Civil, por intermédio da Central de Flagrantes de Miracema do Tocantins, autuou em flagrante delito, na manhã desta sexta-feira, 16, Mateus Pereira da Cruz, de 21 anos de idade. Ele e suspeito pela prática do crime de porte ilegal de arma de fogo e foi capturado pela Polícia Militar, quando se encontrava em uma residência localizada na cidade de Barrolândia. No momento da abordagem policial, o indivíduo estava com um revólver calibre 38, municiado com seis cartuchos intactos.

Ao ser trazido para a Central de Flagrantes de Miracema, os policiais civis daquela unidade policial, sob a coordenação da delegada Iolanda de Sousa Pereira e apoio do delegado regional Clecyws Antônio de Castro Alves, efetuaram levantamento da vida pregressa do indivíduo e descobriram que havia um mandado de prisão preventiva em aberto contra o mesmo.

Segundo o apurado pela Polícia Civil, no dia 30 de abril de 2016, Mateus estava em sua residência em Barrolândia, ingerindo bebida alcoólica na companhia de seu cunhado, Osvanito Martins Mariano, quando em determinado momento, os dois se desentenderam e Mateus, armado com uma espingarda calibre 20, efetuou dois disparos contra o peito de Osvanito, que não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no local.  Depois de cometer o crime, o indivíduo fugiu.

 Após investigações realizadas pela Delegacia de Polícia Civil de Barrolândia, Mateus foi apontado como o autor do crime e, desta maneira, o delegado Douglas Sie Carreiro Lima, representou pela prisão preventiva do mesmo, a qual foi deferida pelo Poder Judiciário e cumprida, na manhã desta sexta-feira. 
Diante dos fatos, além da autuação pelo crime de porte ilegal de arma de fogo, também deu cumprimento ao mandado em aberto, em desfavor de Mateus. Após os procedimentos que a lei determina, o suspeito foi recolhido à carceragem da Cadeia Pública de Miracema do Tocantions, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Ainda segundo apuração dos policiais civis de Miracema, Mateus, também é suspeito de ter participação em um homicídio, o qual vitimou o fazendeiro Plínio Ricardo Paro, de 58 anos, crime ocorrido no último dia 13 de dezembro, em Alvorada, no Sul do Estado. Ao ser ouvido pela delegada responsável por sua autuação, Mateus confessa que, de fato, estava junto com outro indivíduo, quando da morte do fazendeiro, mas alega que os tiros que mataram Plínio Ricardo, foram disparos por seu comparsa, que ainda se encontra foragido. 
Curta nossa fanpage no facebook: Clique aqui! 

Post Bottom Ad