Governo vai licitar reconstrução asfáltica de mais 600 km de rodovias estaduais neste ano

08:11

Mesmo com a intensificação do período chuvoso no Tocantins, previsto para finalizar apenas no mês de maio, o Governo do Estado, por meio da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto) está trabalhando na reconstrução de cerca de 1,5 mil quilômetros de rodovias estaduais, nas regiões sul, sudeste, norte e no Bico do Papagaio (extremo norte). Para 2018, está prevista a reconstrução de outros 1.380 quilômetros de rodovias, sendo que esses trechos estão em fase de elaboração de projetos, mas quase metade deles, 600 km, serão licitados ainda este ano.
As obras integram o Programa de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS), na modalidade Contrato de Reabilitação e Manutenção de Rodovias (Crema). Contando com financiamento do Banco Mundial, os trabalhos de recuperação vão beneficiar milhares de tocantinenses e visitantes e vão atender todas as regiões do estado, melhorando o tráfego, garantindo o escoamento da produção agrícola e promovendo a segurança dos usuários nessas rodovias. Segundo o presidente da Ageto, Sérgio Leão, os novos contratos serão assinados após a realização dos processos licitatórios. “Pretendemos realizar, ainda este ano, a licitação das empresas que serão responsáveis pela reconstrução de 600 quilômetros de rodovias para que, no início de 2018, novos trechos já estejam em início das obras”, ressaltou.
Dentre os novos contratos previstos para este ano, estão previstas reconstruções em trechos críticos de rodovias tocantinenses como os que ligam o município de Porto Nacional/Monte do Carmo/Ponte Alta (TO-255), Porto Nacional/Brejinho de Nazaré/Aliança (TO-070) e na TO-040 entre os municípios de Dianópolis/Novo Jardim/Divisa entre os estados do Tocantins e da Bahia. “São trechos de grande tráfego de veículos que estaremos reconstruindo, visando a segurança dos motoristas”, ressaltou o presidente da Ageto.
Regiões
Somente no Bico e na região norte, a previsão é que, até o final de 2017, sejam reconstruídos cerca de 681,13 quilômetros de rodovias estaduais. No extremo norte, os municípios que interligam rodovias e divisas estaduais já estão recebendo as obras. Em Araguaína, principal cidade do norte tocantinense, e entroncamento para diversos municípios na região, os trabalhos já iniciaram. Os investimentos nessas rodovias nas duas regiões totalizam R$ 156.852.258,86.
Sul
Trechos da TO-280 e da TO-373 no sul do Estado também recebem obras. Na região, são mais de 291 quilômetros sendo restaurados ao custo de R$ 54.201.967,13. As obras também visam facilitar a circulação entre Tocantins e Goiás, via o trecho da TO-373 entre Araguaçu e São Miguel do Araguaia.
Sudeste
Em Natividade, o trecho de 172 km que liga o município à divisa de Goiás já está concluído com previsão para entrega em breve. As obras irão facilitar o tráfego entre os dois estados, beneficiando diretamente os moradores do Povoado Príncipe, de Natividade, de Conceição do Tocantins e de Arraias. O valor investido é de R$ 39.951.334,28.
Acessibilidade
O corretor de imóveis Rodrigo Almeida de Lima, morador do município de Nova Olinda, distante a 50 quilômetros de Araguaína, trafega diariamente pela região norte para atender seus clientes. Com a restauração do asfalto nas rodovias estaduais, principalmente no trecho de 38,89 quilômetros da Rodovia TO-222 que liga Araguaína ao Distrito de Novo Horizonte e daquele distrito ao município de Aragominas. Ele afirma que a rotina diária do seu trabalho será facilitada.
Portador de necessidades especiais, vítima de um acidente automotivo numa estrada vicinal há pouco mais de 10 anos, o corretor aprovou as melhorias nas rodovias da região. “Todo esse trecho que liga Araguaína até o Estado do Pará estava praticamente intransitável. Era difícil a gente trafegar. Como cadeirante, meu veículo é adaptado, mas a gente tinha receio pelas condições da rodovia. Agora, o trabalho vai melhorar. Eu estou muito satisfeito”, afirmou.
 Quem também está muito satisfeito com o asfalto novo é o produtor Valdeci Antônio Borba. Com uma pequena frota de caminhões, ele trabalha transportando animais para o abate nos frigoríficos da região. “Tenho três caminhões e minha rota é trafegar pelo estado inteiro e percebo que o Governo vem se preocupando em melhorar as estradas, garantindo a segurança de quem viaja por aqui”, disse.

Share this

Related Posts

Previous
Next Post »