Com muita comoção, policiais militares, amigos e familiares despedem-se do subtenente Caetano, vítima de latrocínio no último sábado - Portal Tem de Tudo Tocantins

Publicidade

Post Top Ad

Com muita comoção, policiais militares, amigos e familiares despedem-se do subtenente Caetano, vítima de latrocínio no último sábado

Share This



Na manhã deste domingo, 02, imenso cortejo conduziu o corpo do Subtenente Caetano do QCG até o Aeroporto em Palmas.  O cortejo contou com presença em massa de viaturas de diversas forças de segurança, PMTO, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Metropolitana de Palmas e ATTM, seguido ainda por familiares e amigos em seus veículos.    O corpo seguiu em caminhão aberto do Corpo de Bombeiros Militar, acompanhados pelo comandante geral da PMTO, coronel Glauber de Oliveira Santos, pelo coronel Edvan de Jesus Silva, chefe do estado-maior da PM, além de militares e
amigos do subtenente Caetano.  Do aeroporto, o corpo foi levado por via aérea para Recife-PE, onde seguirá para sua terra natal Belo Jardim, no Estado de Pernambuco.   A despedida do Subtenente Caetano se deu com muita emoção durante todo o período do velório, desde a noite de sábado, 01, até hoje por volta de 08h00min.  Conforme já informado anteriormente, o Subtenente Caetano foi vítima de latrocínio na manhã de sábado quando se encontrava em sua residência, na região sul de Palmas.    

Resultado da Operação Conjunta   

Logo após o crime, a PMTO, com apoio de demais forças de segurança, empreendeu diligências com vistas a recuperar o veículo roubado e prender os autores deste crime contumaz. Até o momento, a operação teve como resultado a detenção de 06 (seis) suspeitos no envolvimento do latrocínio que vitimou o subtenente Caetano, sendo: quatro adultos e dois menores, todos encaminhados à Delegacia de Polícia para providências pertinentes.    Além das detenções, houve ainda dois indivíduos, que ao serem abordados pela polícia efetuaram vários disparos contra as equipes em diligência, vindo a óbito. Supostamente estes indivíduos tratam-se dos infratores que perpetraram o assalto à residência da vítima. Segundo o coronel Glauber, a operação conjunta continua e o empenho de todos está sendo o grande diferencial na solução deste crime que vitimou o policial militar.   

  Agradecimentos 

  O comandante geral da PMTO, coronel Glauber, agradeceu imensamente o pronto empenho de cada policial militar tocantinense e também o apoio dispensado à PM pelas Forças de Segurança: Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Metropolitana de Palmas e ATTM, os quais em esforço total, desde o momento do latrocínio que vitimou o subtenente Caetano, em operação conjunta, conseguiram, em pouco tempo capturar os autores deste fatídico, grave e covarde crime. O coronel Glauber pontua ainda que o Subtenente Caetano, teve sua vida ceifada simplesmente devido à sua condição de ser policial militar. “O subtenente Caetano honrou o nome da PMTO, e era um profissional que tinha como arma a música, a bíblia e o zelo pela profissão que abraçou”, finalizou. 

Post Bottom Ad