Detentos do presidio Barra da grota reclamam em carta de agressões sofridas durante revista

17:00
Carta enviada a nossa redação relata a suposta agressão aos detentos

Detentos do presidio Barra da Grota  denunciam agressões no presidio, em carta enviada para a nossa redação, os detentos relatam as agressões que segundo eles foram realizadas por Policiais do (GOTE) durante procedimento de revista realizado na unidade no último dia 06 de abril de 2017.

Segundo os relatos os detentos foram colocados em uma quadra apenas de short e chinelo e os policiais começaram a sessão de agressões, disparando tiros de 12 com bala de borracha, utilizaram também gás de pimenta e gás lacrimogênio, mesmo com os detentos estando todos deitados no chão e sem esboçar nenhum tipo de reação relata o detento.Segundo a carta os policiais já entraram na quadra atirando contra os mesmos.

Trecho da carta relata como os detentos teriam sido agredidos

Mais de 20 detentos ficaram feridos e precisaram receber atendimento médico o que segundo o relato foi negado pelos Policiais e ainda ameaçaram atirar com bala letal se algum tentasse sair para pedir ajuda.

Os presos relatam ainda que as torturas se tornaram frequentes após a troca de comando na unidade.

Na carta ainda reclamam que estavam a quatro dias sem tomar banho e pedem providência ao órgãos responsáveis para que investiguem e peça as imagens do circuito interno do presidio no dia da revista para comprovarem os fatos.

Reclamam ainda da revista aos parentes que segundo eles as mulheres são colocadas sem roupas em cima de um espelho com uma lanterna apontada para as partes intimas e são obrigadas a abrirem as partes intimas para serem revistadas. Na carta ainda são relacionados todos os feridos durante a ação com nomes e locais que foram atingidos pelos disparos.


Confira carta na integra (Clique na seta para ver as 6 partes)








Share this

Related Posts

Previous
Next Post »