GOIÁS: Mãe e padrasto são suspeitos de matar menino enforcado - Portal Tem de Tudo Tocantins

Publicidade

Post Top Ad

GOIÁS: Mãe e padrasto são suspeitos de matar menino enforcado

Share This


Segundo as investigações, o crime foi cometido na noite de sexta-feira (19). Renato, então, esperou amanhecer e depois teria levado o corpo para um matagal perto da oficina. Ao ser preso, segundo a polícia, ele confessou que cometeu o crime a pedido de Geane. A Polícia Civil não informou se a mãe admitiu ou não participação no homicídio.O dono da oficina, Edilson Brito da Silva, disse que a mãe de Renato morava no sobrado há cerca de dois anos. Ele também viveu com ela, mas se mudou a cerca de quatro meses. Ambos gozavam da confiança do proprietário e tinham livre acesso ao local.
"No sábado, também o vi saindo de dentro da oficina com a caixa. Ele disse que eram coisas velhas e que estava jogando fora. É complicado... saber que um inocente foi morto. Também sou pai. Nunca tinha suspeitado dele, era um rapaz muito calado", afirmou.

Falso sequestro

Conforme a apuração policial, no domingo (21), o casal foi à Central de Flagrantes simulando que precisava de ajuda para localizar o menino. A mulher relatou que o filho havia sido sequestrado quando estava com o padrasto. Ela afirmou que quatro homens em um carro os abordaram.
A mulher contou ainda que o menino foi levado por conta de uma dívida do companheiro dela, de R$ 1,6 mil. Ela deu ainda detalhes dos indivíduos, como as roupas que eles usavam. A mãe contou também que chegou a conseguir juntar metade do valor, mas como os sequestradores não entraram em contato, ela foi à polícia.
Porém, os policiais encontraram contradições nos depoimentos. Depois, o jovem acabou confessando o assassinato.
O delegado Valdemir Pereira, responsável pelo caso, disse que deve ouvir novas testemunhas na tarde desta segunda-feira (22), mas não revelou quem são.
O corpo de Antônio seguia no Instituto Médico Legal (IML) à espera da liberação por parte de familiares até as 17h34 desta segunda-feira.
Infromações: G1

Post Bottom Ad