Em Araguaína, Prefeitura mapeia focos de queimadas e faz trabalho preventivo - Portal Tem de Tudo Tocantins

Publicidade

Post Top Ad

Em Araguaína, Prefeitura mapeia focos de queimadas e faz trabalho preventivo

Share This



Para tentar diminuir os focos de incêndio tanto na zona urbana como na rural, a Prefeitura de Araguaína vem realizando um trabalho preventivo em toda a região. Nos últimos três anos, o Município monitorou os principais focos de queimadas e constatou um total de 11 áreas. Nessas áreas, está sendo feito um trabalho de gradeamento para fazer aceiros e também em alguns pontos será feito um fogo controlado para evitar incêndios posteriores.
 
O diretor de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Mário Augusto Vitória, explicou sobre as ações que o Município vem realizando para

combater as queimadas na região. “Pegamos esses pontos que seriam os pontos mais críticos e a gente traçou linhas de trabalho: algumas áreas a gente vai trabalhar só com gradagem fazendo o aceiro, circulando como se fosse um anel em volta dessas áreas”, informou.
 
E em outras áreas, como aquelas que ficam na zona rural ou próximas a rodovias, além do aceiro, também será feita a queimada controlada. “Por exemplo, a área do Assentamento Projeto Alegre. É uma área crítica que semana que vem a gente vai fazer um acero com gradagem, depois uma queima controlada com apoio da Defesa Civil, brigadistas e com a comunidade do assentamento para proteger aquela área em volta deles”, explicou o diretor.
 
Esse trabalho começou no último dia 14 e a previsão é de que em até 15 dias deverá ser finalizado. “A gente está trabalhando para diminuir ao máximo a incidência de fogos na nossa região”, ressaltou o diretor.
 
Pontos críticos
A partir do levantamento realizado pela Prefeitura, foram identificados os seguintes pontos críticos onde há maior incidência de focos de incêndio na cidade e região: Av. Filadélfia, sentido Parque das Águas (atrás do Residencial Jardins Siena); trevo da Av. Filadélfia até o Atacadão; Avenida Castelo Branco (Vila Couto); às margens da BR-153; Loteamento Cidade Nova; setores Serra Dourada, Maracanã e Loteamento Morumbi; Ribeirão da Prata (BR-153); Distrito Novo Horizonte; Projeto Alegre (margens da BR-153).
 
Assentamentos
Ainda de acordo com a Secretaria do Meio Ambiente, reuniões estão sendo feitas nos assentamentos para orientar a comunidade desses locais sobre como prevenir os focos de incêndio na zona rural.
 
“Estamos nos assentamentos, assinando com cada associação o Protocolo do Fogo. E também cada comunidade está assinando um termo de compromisso para poder diminuir o número de focos de queimada. Estamos fazendo um trabalho educativo nessas comunidades”, explicou o diretor Mário Augusto.
 
Fogo controlado
Ainda segundo o diretor, a comunidade da zona rural pode fazer o fogo controlado, sempre lembrando a época e o modo correto de se fazer. “O fogo controlado tem o horário, a época correta de colocar, tem de esperar chover, a terra tem que estar fria, então tudo isso tem um trabalho para poder fazer, principalmente nessas áreas que vai trabalhar com plantio”, informou.
 
Alerta
O diretor fez um alerta quanto aos perigos para quem ateia fogo na área urbana. “Tem muitas áreas com terrenos baldios que as pessoas mesmo põem fogo para limpar, mas não pode ser assim. Pois muitas vezes põe em risco e o fogo pegar em uma casa que está próxima, em uma rede de alta tensão, além de ser criminoso”.
 
Para as pessoas que presenciarem alguém ateando fogo nesses lotes ou em áreas de risco podem denunciar diretamente para a Secretaria do Meio Ambiente ou nos órgãos ambientais como Cipama, Ibama e Naturatins, além do Corpo de Bombeiros.
 
Telefones para denúncias
Corpo de Bombeiros: 193
Polícia Ambiental: 3414-4874
Ibama: 3421-1285
Naturatins: 3414-4979
Secretaria do Meio Ambiente: 99976-7337 ou 99994-7878

Post Bottom Ad