Mulher suspeita por furto de energia elétrica é autuada pela Polícia Civil em Palmas

18:21


A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da Delegacia Especializada no Combate a Crimes Praticados com Concessionárias Prestadoras de Serviços Públicos (Derfae) efetuou, na tarde da última quinta-feira, 17, a prisão em flagrante de uma mulher  suspeita pela prática do crime de furto de energia elétrica.  

 Conforme o delegado Elírio Putton Júnior, responsável pelo caso, o fornecimento de energia na residência, localizada na Quadra 105 Norte, havia sido suspenso por falta de pagamento há quase um ano, sendo que, ao ser ouvida, a mulher admitiu que um amigo havia feito o “gato” para subtrair energia da rede elétrica diretamente da rede de distribuição, sem qualquer medição.

A ligação clandestina foi realizada de forma precária, visivelmente feita por pessoa sem conhecimento técnico adequado, causando grande risco de incêndio. Diante dos fatos, a suspeita foi conduzida à sede da Delegacia Especializada, onde foi autuada em flagrante por furto de energia elétrica. No entanto, a mulher recolheu aos cofres públicos, a quantia estipulada como fiança e, desta maneira, obteve o direito de responder ao processo em liberdade.

Ainda de acordo com o delegado, esta foi à quarta prisão em flagrante realizada pela equipe da DERFAE em apenas uma semana. Essa articulação intensa para o combate ao crime de furto de energia teve início na sexta-feira (10/08), com a prisão de um homem, por furto de energia para abastecer seu Food Truck.

 Na terça-feira (15/18) outro indivíduo foi preso, por furto de energia elétrica em sua residência. Na quarta-feira (16/08) foi constatado “gato” de energia em uma empresa, atacadista de produtos odontológicos, em Palmas, tendo sido autuado o responsável pelo local.

“A Derfae é uma delegacia especializada no combate aos crimes contra concessionárias de serviços públicos, e a equipe está empenhada em dar continuidade às ações de repressão a essa modalidade de crime que afeta toda a sociedade, uma vez que o prejuízo da energia furtada por alguns é repassado para todos, causando aumento na fatura de energia do cidadão de bem”, ressaltou o delegado

Share this

Related Posts

Previous
Next Post »