Operação Red Fox e desarticula organização criminosa em Cadeia Pública de Cristalândia - Portal Tem de Tudo Tocantins

Publicidade

Post Top Ad

Operação Red Fox e desarticula organização criminosa em Cadeia Pública de Cristalândia

Share This




A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio das Delegacias de Lagoa da Confusão e Cristalândia, com apoio da 6ª Delegacia Regional de Paraíso, bem como da Polícia Militar (GOC), Sistema Prisional e da aeronave do CIOPAER (Centro Integrado de Operações Aéreas) e 4ª Delegacia Regional de Porto Nacional desarticulou, na manhã desta quinta-feira (28) uma organização criminosa especializada no tráfico de drogas, que era comandada por detentos presos na Cadeia de Cristalândia.
Conforme o Delegado Hismael Tranqueira, a ação teve início há dois meses e já resultou em seis prisões em flagrante por tráfico de drogas e cumprimento de 14 mandados, sendo nove de prisões preventivas e temporárias, bem como cinco de busca e apreensão.
 Durante toda operação foram apreendidos mais de 11 kg de maconha, 600g de Crack, bem como porções de cocaína. O líder da facção criminosa, identificado como Antônio Cardoso dos Santos, vulgo “Baiano”, comandava a facção de dentro da Cadeia Pública de Cristalândia, local onde cumpre pena justamente por tráfico de drogas.
Ainda segundo apontaram as investigações da Polícia Civil, Baiano dava ordens para os seus comparsas, que estavam fora do sistema prisional, cometerem os crimes.  Durante a ação, os policiais civis apreenderam no interior da Cadeia Pública de Cristalândia; cinco aparelhos celulares, mais de 15 litros de pinga caseira, bem como várias armas artesanais, após a realização de busca autorizada pelo Poder Judiciário Local.
Ainda de acordo com o Delegado Hismael; durante a ação desta quinta-feira foram presos João Veras Cruz Chagas, vulgo “Ioiô”; Marcelo Moreira de Oliveira, (vulgo gordinho); Ideni Cardoso dos Santos, Antônio Cardoso dos Santos, Marcos Antonio Rodrigues de Carvalho Júnior, Acirlei Bezerra Romanos e Ilzenir Cardoso dos Santos (vulgo kitinha).
Na cidade de Fátima, os policiais civis efetuaram a prisão em
flagrante por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de Marcos de Jesus Moreira de Oliveira, o qual estava com aproximadamente 1,2 kg de maconha, bem como uma arma de fogo.
Todos os indivíduos foram autuados pela prática dos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico e, após a realização dos procedimentos legais cabíveis, Ideni e Marcos foram conduzidos à Casa de Prisão Provisória de Porto Nacional, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário. Os demais presos foram recolhidos à Cadeia Pública de Cristalândia, onde ficarão à disposição da Justiça.
No decorrer da operação foram apreendidos veículos, drogas e dinheiro.

Post Bottom Ad